Categoria: Governo

Aposentados: Como Fazer Declaração do Imposto de Renda?

Aposentados: Como Fazer Declaração do Imposto de Renda?

O assunto Aposentados Declaração Imposto de Renda gera algumas dúvidas entre a população. Os contribuintes aposentados ou pensionistas não estão livres da declaração. Quer saber tudo sobre o assunto Aposentados Declaração Imposto de Renda? Continue conosco!

Aposentados e pensionistas precisam fazer declaração de Imposto de Renda?

Essa é com certeza, uma das maiores perguntas que rondam o assunto Aposentados Declaração Imposto de Renda.

A resposta é clara: sim, os aposentados e pensionistas precisam fazer declaração de IR seguindo as mesmas regras dos outros contribuintes.

Aposentados e pensionistas, no entanto, tem preferência no momento de receber eventuais restituições. Caso você não saiba, a restituição é paga no ano seguinte à declaração sempre que o contribuinte declarar mais do que realmente ganhou.

Todos os rendimentos de pensão, aposentadoria, reforma remunerada ou reserva são considerados rendimentos tributáveis, portanto, devem ser informados na declaração, mais precisamente na área “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica”.

Aposentados Declaração Imposto de Renda: Dicas e Cuidados

É muito importante que o aposentado e pensionista fique de olho no prazo para realizar a declaração. Se ele fizer parte do grupo de cidadãos obrigatórios a declarar, determinado pela Receita, de acordo com seus rendimentos anuais, poderá ter que pagar multa pelo atraso.

Além disso, os segurados do INSS devem se organizar e ter cuidados redobrados para evitar erros e inconsistências, evitando, assim, cair na Malha Fina da Receita Federal.

Aposentados Declaração Imposto de Renda: Principais Dúvidas

Abaixo, reunimos as principais dúvidas sobre Aposentados Declaração Imposto de Renda para que você possa conferir. Tome nota!

  1. Rendimentos de pensão, aposentadoria, reforma remunerada ou reserva são considerados rendimentos tributáveis, mas e os rendimentos de aposentadoria por acidente de trabalho?

Resposta: Rendimentos de aposentadoria por acidente de trabalho não são tributáveis, ou seja, não precisam ser declarados. No entanto, de acordo com a Receita Federal, pensões pagas a dependentes em caso de morte da pessoa acidentada são tributáveis.

  1. Existe um valor limite de isenção para os aposentados e pensionistas acima de 65 anos?

Resposta: Sim. De janeiro a março, esse valor está limitado a R$ 1.787,77 / mês / parcela. De abril em diante, o valor aumenta para R$ 1.903,98. Demais rendimentos, como renda com aluguéis, por exemplo, são tributáveis.

  1. Aposentados ou pensionistas que pagam pensão devem declarar esse valor de que forma?

Resposta: Esse tipo de declaração deve ser efetuado na área “Pagamentos Efetuados”. Será necessário informar o tipo de pensão e o nome e o CPF da pessoa que recebe. Se o contribuinte, por outro lado, for o beneficiário da pensão, a declaração deve ser feita na tela “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física pelos Dependentes”.

Aposentados Declaração Imposto de Renda: Como Fazer?

Os aposentados e pensionistas deverão fazer a declaração do Imposto de Renda da mesma forma que os demais contribuintes. Para isso, é necessário acessar o site da Receita Federal quando o preenchimento da declaração for liberado, fazer o download do programa de declaração e seguir todas as instruções.

Se não tiver muita familiaridade com o computador, o aposentado ou pensionista pode pedir para um parente ou amigo ajudar. Nesse caso, basta ele informar todos os dados e rendimentos e pedir para essa pessoa fazer o envio da declaração.

Saiba como atualizar o cadastro Bolsa Família

Dentre os programas de assistência social, o Bolsa Família é considerado o mais importante no Brasil. No entanto, para receber o benefício é preciso seguir algumas determinações, como atualizar cadastro Bolsa Família 2022. O procedimento é feito sempre na prefeitura, conforme os requisitos que iremos mencionar a seguir. Portanto, acompanhe este artigo e saiba tudo sobre como atualizar cadastro Bolsa Família 2022!

Bolsa Família 2022

Criado ainda no início dos anos 2000, o Bolsa Família nasceu da incorporação de programas como o vale gás. O principal objetivo do benefício é oferecer a pessoas de baixa renda acesso a itens básicos, como alimentação, saúde e educação.

Atualmente, cerca de 14 milhões de famílias recebem o benefício por todo o país, conforme dados do Governo Federal.

Apesar de ser um programa federal, o Bolsa Família 2022 é cadastrado através da assistência social das prefeituras municipais. Desse modo,  o procedimento de atualizar cadastro Bolsa Família é feito nos municípios.

Para facilitar as informações de cada beneficiário, cada família elege um representante para prestar as informações solicitadas, como no caso da atualização.

Quando fazer a atualização da Bolsa Família

Uma dúvida frequente entre aqueles que recebem o benefício é sobre quando se deve atualizar o cadastro Bolsa Família 2022.

Pois bem, o beneficiário não precisa procurar a atualização antes de ser notificado. A informação de que você precisa buscar a atualização vem através dos correios, ou até mesmo pelo extrato na conta em que o valor é depositado.

De modo geral, isso ocorre anualmente, sempre no mesmo período em que o Bolsa Família foi solicitado.

Caso a atualização não seja feita, a família poderá ter o seu Bolsa Família bloqueado em 2022. Portanto, fique atento para a renovação.

Tanto na carta enviada pelo correio ou no extrato, a mensagem que aparece é “Revisão ou Averiguação Cadastral”. Quando isso ocorrer, você deve procurar o CRAS do município para atualizar cadastro Bolsa Família 2022.

Documentos necessários

Quando for solicitada a atualização, o representante da família deve reunir todos os documentos solicitados pelo programa.

Esses documentos são utilizados para comprovar que a família ainda está em condições de receber o benefício. Além disso, é preciso comprovar que segue os requisitos exigidos para o Bolsa Família.

É importante lembrar que os documentos devem ser originais ou cópias autenticadas em cartório. Caso perder um destes documentos, será necessário pedir a emissão de uma nova via.

Ademais, confira a lista de documentos necessários para atualizar cadastro Bolsa Família 2022:

  • CPF de todos os integrantes da família;
  • Cartão do Bolsa Família 2022;
  • Título de eleitor;
  • Documento de identidade com foto;
  • Carteira de trabalho dos membros da família;
  • Certidão de nascimento;
  • Comprovante de matrícula escolar;
  • Comprovante de residência dos últimos três meses.

Como atualizar cadastro Bolsa Família 2022

Portanto, com as informações sobre o que é necessário para atualizar cadastro Bolsa Família 2022, agora podemos ir para o passo a passo sobre como fazer o procedimento.

Cabe lembrar que a solicitação de atualização é feita presencialmente, no setor de assistência social da prefeitura, ou no CRAS através do Cadastro Único 2022.

Com os documentos que mencionamos acima, a pessoa informa os demais dados que serão solicitados. Após fazer isso, não é necessário fazer outro procedimento, até a próxima atualização.

Se mesmo com a atualização houver o bloqueio do benefício, é importante procurar o atendimento para verificar o que houve de errado.

Contato Bolsa Família 2022

Para você que ainda tem dúvidas sobre como atualizar cadastro Bolsa Família, o programa oferece canais de contato para o cidadão. O principal é através da própria prefeitura, seja no atendimento presencial ou por telefone.

Além disso, é possível também entrar em contato pelo seguinte telefone Bolsa Família 2022:

  • 0800 726 0207.
Renda Cidadã, Renda Brasil ou Bolsa Família?

A alteração do então programa social Bolsa Família já vem sendo divulgado a toda população, mas muitas pessoas ainda desconhecem essa mudança, o novo programa surge com os mesmos objetivos, mas algumas regras diferentes foram criadas pelo novo governo. A incerteza da mudança e a falta de informações que não chegam para muitos deixa grande dúvida sobre o futuro do Bolsa Família.

O Bolsa Família vem marcando anualmente a vida de milhões de famílias brasileiras que são beneficiadas através dele e auxiliando financeiramente para que tenham melhores condições de vida. Todos os anos o programa libera um calendário de pagamento onde os beneficiários acompanham a programação de seu benefício e ficam informados de qualquer futura alteração, e com o calendário Bolsa Família 2022 não seria diferente.

Sendo o maior e mais importante programa social do país o Bolsa Família possui um investimento do Governo Federal de mais de 4 bilhões de reais anualmente para serem distribuídos a todas as famílias mais carentes do país. A partir desse investimento há uma estimativa que cerca de cinquenta milhões de famílias estão sendo beneficiadas e conseguem devido a isso melhores oportunidades e uma melhoria na situação de vulnerabilidade que passam.

Mesmo com a divulgação da alteração do programa ainda é muito falado sobre o Bolsa Família 2022 e a associação ao nome para o ano de 2022, o que traz ainda mais dúvidas a população que faz parte do programa e não sabe sobre o rumo que o programa irá levar.

O Renda Brasil, cotado como o “novo” Bolsa Família, foi anunciado pelo atual ministro da economia Paulo Guedes e ganhou força após o auxílio emergencial que foi concedido pelo governo devido às consequências causadas pela pandemia do coronavírus. Mas de acordo com um anúncio divulgado pelo atual presidente nas suas redes sociais o Renda Brasil não vai existir, ele decidiu cancelar o programa antes mesmo de existir.

Devido ao cancelamento prévio do Renda Brasil o governo divulgou seu substituto, o Renda Cidadã que também vem como reformulação do Bolsa Família. Para esse novo programa foi proposto um rearranjo orçamentário e está tramitando no senado para entrar em vigor. Esse programa vem com o objetivo de ser o marco social da gestão do presidente Jair Bolsonaro e vem sendo analisado para que tudo saia de acordo com o previsto.

Diante disso e de todas as mudanças que já ocorreram no processo de alteração do nome e de algumas regras do Bolsa Família a população fica ainda na dúvida do que realmente irá acontecer com o benefício e o que esperar para o ano de 2022.

Voltar ao topo