Últimas Notícias Políticas

A política do Brasil sempre foi uma questão polêmica para o país e desde séculos atrás é possível encontrarmos pessoas com um alto nível de poder e também as que mais roubam.

Neste ano de dois mil e dezessete pudemos ver um verdadeiro caos dentro da política, principalmente na presidência com uma presidente que sofreu impeachment e o atual que está em apuros, por isso, como cidadãos brasileiros é preciso estar sempre alerta e sabendo tudo que acontece dentro do plenário.

A Investigação do Presidente

Há alguns meses o atual presidente do Brasil, Michel Temer, está sendo investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por ser suspeito de três crimes, sendo eles: corrupção passiva, participação de organização criminosa e até mesmo obstruir a investigação da mesma.

O pedido de abertura do inquérito foi solicitado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e o ministro Edson Fachin autorizou. O inquérito também investigará o senador Aécio Neves do PSDB e o deputado federal Rodrigo Rocha do PMDB.

Temer: A Votação no Plenário

No dia dois de Agosto deste ano foi agendado no plenário da Câmara uma votação para a análise de admissibilidade da denúncia feita contra o atual presidente por corrupção passiva.

Segundo assessores intersindicais da Assessoria Parlamentar, apesar da votação ter o objetivo de anular a denúncia, os advogados do presidente gostariam que o caso fosse resolvido o quanto antes.

O Ex e a Prisão

Há algumas semanas atrás, especificamente no dia doze de Julho, o juiz federal Sergio Moro, depois de um logo período de investigação, condenou o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, há nove anos e seis meses de prisão em regime fechado. A investigação começou com a Lava-Jato e quando chegou em um dos apartamentos comprados com o dinheiro roubado, foi descoberto que era do ex-presidente.

A acusação que levou Lula à uma condenação de nove anos foi de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, mas o ex-presidente poderá recorrer em liberdade.

Lula: A Prova da Corrupção

Sentenciado à nove anos e seis meses de prisão em regime fechado, o juiz Sergio Moro se pronunciou sobre as diversas acusações que sofreu depois de sentenciar o ex-presidente, onde diziam que a sentença foi “omissa, obscura e contraditória”.

Na manhã da última terça-feira, dia dezoito de Julho, o juiz respondeu aos encargos em um despacho publicado, onde justifica que a sentença de Lula foi devido à prova encontrada com a reforma do tríplex.

Lula: A Investigação Continua

Apesar de acharem que o caso de Lula foi totalmente encerrado com a sentença dada pelo juiz Sergio Moro, o mesmo marcou um segundo interrogatório com o ex-presidente para o dia treze de Setembro.

Imagem de Amostra do You Tube

O interrogatório que acontecerá em alguns meses será para dar continuidade à operação Lava-Jato, já que Lula está totalmente envolvido com o maior caso de corrupção da história do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Links Patrocinados
Categorias